Moradores querem revitalizar o Largo da Batata com Happy Hour

Gazeta de Pinheiros, 21/02/2014

Todas as tardes de sexta-feira, local é transformado em área de lazer da região

Palco de manifestações, Largo da Batata agora é utilizado para happy hour, iniciativa de moradores para revitalizá-lo / divulgação - Rachel Schein

Palco de manifestações, Largo da Batata agora é utilizado para happy hour, iniciativa de moradores para revitalizá-lo / divulgação – Rachel Schein
O ambiente árido e ocioso do novo Largo da Batata chamou a atenção da arquiteta e urbanista Laura Sobral. Moradora da Rua Fernão Dias há seis meses, ela e um grupo de amigos perceberam a necessidade de reintegrar o isolado espaço à cidade. Assim, um dos meios encontrados para revitalizar o local e debater o seu uso foi a simples ocupação popular. Diferente do tom crítico e carregado de seriedade das manifestações do ano passado, o caminho escolhido para viabilizar a ideia foi um espontâneo e descontraído happy hour. Todas as sextas-feiras, sempre aos finais de tarde, a área entre o Metrô Faria Lima e a Igreja Nossa Senhora de Monte Serrat é ocupada por objetos pouco comuns na paisagem urbana: guarda-sol, esteiras de praia, cadeiras de bar e caixas de isopor. Estes são os suprimentos que os simpatizantes da causa precisam para curtir o Largo da Batata. “Começamos chamando apenas amigos e parentes, depois o evento cresceu e cada vez tem aparecido mais gente, por meio da rede social e do boca a boca. Na semana passada, foram cerca de 100 pessoas, que poderiam ser mais se não fosse pela chuva”, conta Laura.

 

Guarda-sol, cadeiras e esteiras invadem o Largo da Batata / Grupo 1 de Jornais

Guarda-sol, cadeiras e esteiras invadem o Largo da Batata / Grupo 1 de Jornais
Os frequentadores dos encontros se organizam pela comunidade A Batata Precisa de Você, no Facebook, por onde pessoas de outras regiões simpatizam com o projeto “Na última edição, houve até uma banda da cidade de Embu das Artes que se ofereceu para tocar no Largo da Batata”, diz a moradora. Ainda segundo ela, em cada edição o grupo busca escolher uma proposta relacionada a melhorias no espaço e ao uso do mesmo pela população.“Em um dos encontros, fizemos uma performance bem-humorada de dança para mostrar a dificuldade de se atravessar um trecho da Rua Fernão Dias, onde não há faixa para pedestres. Numa outra ocasião, fizemos brincadeiras e jogos infantis como amarelinhas”, conta Laura.

Quanto à futura repaginação urbanística do Largo da Batata, o grupo espera que as intervenções previstas pela administração municipal tenham como objetivo melhorar as condições de uso do espaço. “Nossa ideia é pressionar o poder público para que o acesso à nova praça que se formou no Largo da Batata seja mais democrático, com árvores e bancos, pois é praticamente impossível ir ao evento e não discutir o quanto este lugar precisa de ações e pessoas”, diz Laura Sobral. Hoje (21), o encontro do A Batata Precisa de Você terá aulas de meditação e yoga, além de uma oficina de bomba de sementes.

Plano de Ocupação

Para discutir a requalificação de espaços públicos como o Largo da Batata, a Prefeitura de São Paulo desenvolve o Plano de Ocupação pela Cidadania. “Queremos que estes locais sejam mais convidativos às pessoas, para que elas possam conviver melhor com a cidade”, afirma o sociólogo Willian Nozaki, coordenador de Promoção do Direito à Cidadania, departamento vinculado à Secretaria Municipal dos Direitos Humanos.

Confraternização é aberta a todos os moradores da região / divulgação - Laura Sobral

Confraternização é aberta a todos os moradores da região / divulgação – Laura Sobral
O projeto deve ser viabilizado por meio de reuniões dirigidas pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, com participação dos moradores e de outros setores da sociedade interessados em utilizar o espaço. “A população será convidada a ingressar na iniciativa para que os trabalhos da administração municipal venham ao encontro das expectativas de todos os atores envolvidos”, explica Willian Nozaki.Entre as próximas intervenções da Prefeitura programadas para o Largo da Batata, estão a continuação da ciclovia na Avenida Brigadeiro Faria Lima, o término do plantio de árvores, instalação de um bicicletário ao lado de um dos acessos ao metrô e de mobiliários urbanos como bancos e lixeiras. A viabilização de um sistema de wi-fi livre também consta na lista de novidades para a região central de Pinheiros. Nos próximos dias, a Prefeitura deve divulgar a agenda dos encontros abertos à população.

Conheça mais o grupo de revitalização: A Batata Precisa de Você

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s