Manter-se vigilante: esta ainda é a melhor forma zelar pela sua segurança

SAAP, 28/05/2014, por Marcia Kalvon Woods*

 

Nesta última segunda-feira, dia 26 de maio, a SAAP promoveu o segundo “Encontro SAAP” sobre segurança, desta vez em parceria com o Clube Alto dos Pinheiros. Contamos com a presença do Major Magalhães, comandante interino do 23º Batalhão da Polícia Militar, e o Capitão Silva Jr. da 1a Cia do 23º BPM. Os representantes da PM conversaram com associados da SAAP e moradores de Alto de Pinheiros sobre ações que podem tornar nosso dia a dia mais seguro.

Com quase 30 anos na polícia, o Major Magalhães foi taxativo: manter-se vigilante é a melhor maneira de se proteger e evitar roubos. “Muitas ocorrências acontecem quando as vítimas estão distraídas, e o bandido age quando surge a oportunidade”. E complementou listando situações frequentes em que somos alvos fáceis:

  • Andar na rua usando o telefone celular, ou dirigir usando o celular
  • Não esperar dentro do carro e ficar usando o celular ao esperar o filho na escola
  • Quando sacar dinheiro no banco ficar atento se não está sendo seguido
  • Quando for buscar o carro, deixar para tirar a chave do bolso ou da bolsa quando estiver próximo ao carro
  • Observar atitudes suspeitas como pessoas que visitem sua casa se fazendo passar por técnicos da NET, Vivo ou outras operadoras de serviços

As ocorrências acimas mencionadas foram classificadas como ocasionais e podem ser prevenidas, quando se está atento ao entorno. Entretanto, existem as ocorrências planejadas, quando os bandidos escolhem suas vítimas e buscam informações sobre ela, conhecendo seus hábitos e suas posses. Para se proteger destas situações é importante:

  • Ter cuidado com quem frequenta sua residência e conhece sua rotina
  • Atenção às informações que você pública nas redes sociais sobre seu estilo de vida
  • Usar caminhos alternativos e evitar o mesmo trajeto todos os dias.

São atitudes que contribuem para dificultar uma abordagem por bandido nesse tipo de situação.

 

Segurança privada: assegure a contratação de um serviço de qualidade

Muito foi discutido no encontro sobre a atuação da segurança privada e de guariteiros no bairro, e a mensagem que fica é: quando de qualidade, pode dar subsídios para ter informações sobre situações suspeitas e acionar a PM.

Ainda foi explicado que todas as empresas de segurança privada têm que ter registro na polícia federal, e seus funcionários ter passado por um curso específico para a função, além de ter seus antecedentes criminais verificados. É importante que o morador certifique-se de que a empresa possui estas qualificações antes de contratá-la.

Em relação aos guariteiros, a orientação é que sejam funcionários de empresas especializadas, que possam treiná-los – o que evita também possíveis passivos trabalhistas.

A atuação da PM e outras organizações de segurança

O Major Magalhães explicou que o trabalho da PM é norteado pelas incidências de delitos no bairro: sobre esses dados ela pode traçar as rotas e alocar o efetivo da polícia. Assim, enfatizou a importância de se registrar o boletim de ocorrência. A presidente da SAAP, Maria Helena Bueno, relatou que a associação trabalha em parceria com a polícia, passando informações complementares sobre as ocorrências no bairro. A 1ª Cia envia mensalmente para a SAAP uma lista dos delitos ocorridos no bairro que são publicados no nosso blog.

A PM deve ser acionada em qualquer caso de suspeita, por meio do 190, número do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom), para que uma viatura possa ser enviada para verificar a suspeita. O atendimento é efetivo, feito em até cinco minutos.

Ao ser questionado sobre qual a diferença entre as polícias, o Major explicou que a polícia militar (PM) tem uma atuação preventiva, zelando pela ordem pública. A polícia civil (PC) investiga os homicídios, roubos e sequestros. A guarda civil metropolitana (GCM) cuida das instalações das instituições públicas municipais.

Ressaltou que todos deveriam participar das reuniões mensais  do Conseg Pinheiros, pois lá se pode discutir sobre todos os assuntos ligados à segurança e fazer cobranças por escrito de suas reivindicações para cada órgão presente na reunião. A próxima reunião será na segunda-feira, dia 2 de junho.

Ocorrências no bairro

A perturbação do sossego ainda é o motivo doo maior numero de ocorrências no bairro, principalmente nos finais de semana. E os maiores riscos do bairro são: os roubos de veículos no período da noite e finais de semana, e furtos a residências quando os proprietários não estão no local, o que indica delitos planejados.

Ao ser questionado sobre a segurança nas saídas das escolas, o Capitão Silvia Jr. relatou que o problema ocorrido no ano passado de roubo de celulares de alunos do Santa Cruz foi minimizado com um trabalho em conjunto da PM, escola e pais de alunos com a adoção de comportamentos e ações preventivas. Porém, ele alerta para as dificuldades e limitações: “Em nossa região são 54 instituições de ensino para duas rondas, das 7 às 15 horas e das 15 às 23 horas. Temos apenas uma viatura para essa função comparada com os recursos da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo.”

Diante de todas as informações passadas, os associados da SAAP e moradores concluíram com algumas dicas para a segurança:

  1. Conheça seus vizinhos de muro e da frente da sua casa. Troque telefones para casos de emergências
  2. Recursos que dificultem a ação de bandidos são validos, como alarme, câmeras, etc.
  3. Tenha procedimentos de segurança, tais como, avisar aos funcionários da casa quais serviços de terceiros ocorrerão no dia, e em caso de não estarem programados, sempre verificar antes de dar autorização de entrada; não embicar o carro para entrar na garagem antes de se assegurar que não tem suspeitos na rua, e manter-se vigilante
  4. Evitar as rotinas e os mesmos trajetos diariamente
  5. Caminhe pelo bairro, principalmente nos finais de semana. Quanto mais movimento e pessoas observando e trocando informações sobre atitudes suspeitas, entre vizinhos e com a PM e a SAAP, mais nossa comunidade será segura.

Nosso próximo Encontro SAAP será no dia 12 de agosto, com o tema “A urbanidade em Alto de Pinheiros: suas praças, suas calçadas e o que cada um de nós faz para melhorar o espaço publico” .

 

*Marcia Kalvon Woods é secretária da SAAP e moradora do bairro.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s