Projeto incentiva morador de Alto dos Pinheiros a compartilhar memórias

Mais que um aglomerado de ruas, casas, prédios e praças, Alto dos Pinheiros é a soma de cada um de seus moradores, que, no dia a dia, constroem suas histórias. Se “cada pessoa é um mundo”, como escreveu Clarice Lispector no conto “Gertrudes pede um conselho”, por que não deixar então que elas contem o que são?

Esse é o objetivo do projeto “Alto dos Pinheiros: memórias e estórias”, da SAAP, que vai buscar construir uma história coletiva do bairro com as memórias individuais de seus moradores e instituições. A ideia é que as pessoas compartilhem espontaneamente “estórias” e imagens antigas do bairro das mais diversas formas, como e-mails, cartas, vídeos e fotos.

Foto de Carine Galvão
Foto de Carine Galvão

Além disso, a SAAP fará uma pesquisa em instituições conhecidas e antigas da região, como a Biblioteca Municipal Álvaro Guerra, o Colégio Santa Cruz, o Colégio Vera Cruz, o Clube Anhembi, o Clube Alto dos Pinheiros, os restaurantes Senzala e Compagnia Marinara, entre outras.

O projeto fará ainda uma lista prévia com moradores que serão entrevistados, incluindo fundadores da SAAP, personalidades do bairro – como o vice-presidente Michel Temer, o banqueiro Henrique Meirelles, o quadrinista Maurício de Souza e o criador da ONG Doutores da Alegria, Wellington Nogueira – e habitantes antigos de Alto de Pinheiros.

O material coletado vai começar a ser publicado em uma sessão especial do blog da SAAP e fará parte de um boletim especial da associação, a ser lançado em dezembro. Em um prazo um pouco mais longo, há também o objetivo de lançar um livro com todo o material compilado.

Nada mais justo, afinal, foi durante a elaboração de outro livro que a ideia surgiu – “Alto dos Pinheiros: uma leitura do nosso bairro” será lançado em outubro e compila informações como dados populacionais e dados sobre usos de espaços e mobilidade, entre outros. Enquanto captava recursos com moradores e empresas da região, a SAAP também percebeu que as pessoas tinham vontade de contar suas memórias relacionadas ao bairro.

A associação também pretende criar uma campanha de captação de recursos para viabilizar o projeto “Alto dos Pinheiros: memórias e estórias”. Logo mais, a SAAP fornecerá mais informações sobre a iniciativa.

Por enquanto, você já pode ir revirando nas gavetas da memória para encontrar aquela “estória” sobre o Alto dos Pinheiros que não pode deixar de compartilhar com todos nós.

Anúncios

Um comentário em “Projeto incentiva morador de Alto dos Pinheiros a compartilhar memórias

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s