Conheça o Instituto Noos, organização que oferece terapia familiar a pessoas de baixa renda

O voluntariado é uma das formas mais elevadas de exercício da cidadania. Em Alto dos Pinheiros, não são raros os casos de pessoas que se dedicam a entidades ou a projetos sociais — nós, da SAAP, somos a prova disso, afinal, nos mantemos graças à contribuição de moradores que acreditam no nosso trabalho e na construção de um bairro cada vez melhor.

Em março, recebemos a visita de Helena Maffei Cruz, renomada psicóloga e uma de nossas associadas, que apresentou seu empreendimento social: o escritório em São Paulo do Instituto Noos, cuja sede é no Rio de Janeiro.

Fundado em 1994, o instituto é uma organização da sociedade civil, sem fins lucrativos, dedicado à promoção da saúde dos relacionamentos nas famílias e nas comunidades e, em especial, à prevenção e à interrupção da violência intrafamiliar e de gênero. A entidade oferece terapia familiar a pessoas de baixa renda, além de treinamento voltado a voluntários.

“Trabalhamos com uma noção ampla de família. Nosso paciente é uma pessoa que depende de outra, sendo parente ou não, por motivos como descapacidade ou por ser criança. Recebemos em nossas dependências tanto quem é assistido quanto a pessoa ou grupo que presta o apoio, e procuramos facilitar a conversa e desculpabilizar”, explica Helena, que é uma das diretoras do instituto.

Por funcionar ao lado de um colégio público, o escritório de São Paulo recebe, em boa parte, casos relacionados a crianças com dificuldades escolares. “A escola nos encaminha os alunos com dificuldades de adaptação, aprendizado ou comportamento, com suas famílias, que através do diálogo com as terapeutas ampliam seus recursos para lidar com a situação. Muitas vezes, isso faz uma grande diferença. Em outras, identificamos problemas que pedem o direcionamento do estudante para o atendimento adequado, que pode ser de fonoaudiologia, psicopedagogia, entre outros. Estamos nos organizando para criar uma rede de colegas dessas especialidades dispostos a colaborar para que o atendimento seja eficaz”.

A entidade oferece ainda auxílio a crianças que vivem em abrigos, a vítimas de violência familiar, a usuários de droga e a pessoas com problema de saúde mental. “São situações em que ouvir e se colocar no lugar do outro, entender pontos de vista distintos, resultam em benefícios para todos”, ressalta.

A cada 15 dias, o Noos realiza um encontro chamado Porta de Entrada. A ideia é apresentar o instituto aos interessados em receber atendimento no local. Eles são acolhidos por terapeutas, todos voluntários. “Também temos um espaço onde é possível conversar com outras pessoas que enfrentam situação semelhante e, em alguns casos, isso pode ser até mais eficaz do que a conversa com um especialista”, afirma.

Se você conhece alguém que esteja precisando desse tipo de assistência, que tal ajudar indicando o Instituto Noos? O telefone da organização é (11) 3812-8985. O escritório em São Paulo fica na rua Fradique Coutinho, 2025. O valor do atendimento é estabelecido com base na capacidade de cada pessoa, podendo até ser gratuito, caso ela não tenha condições de arcar com os custos.

Já se você está interessado em contribuir com doações ou trabalho voluntário, não deixe esse desejo arrefecer! Entre em contato! Além de psicólogos, o Noos também precisa de educadores que se disponibilizem a trabalhar a arte do diálogo com professores e funcionários de escolas e de pessoas que colaborem com a entidade na área de comunicação digital.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s