SAAP circula com representante da CET por Alto dos Pinheiros para cobrar melhorias na sinalização

Tornar o trânsito de Alto dos Pinheiros mais seguro tem sido uma meta perseguida pela SAAP, que, desde 2013, vem cobrando das autoridades competentes melhorias viárias no bairro. Em 17 de outubro, a associação circulou pelas ruas da região com Dawton Roberto Batista Gaia, supervisor de Departamento da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego). O objetivo foi apresentar pontos problemáticos que representam ameaça a pedestres e motoristas. A pedido do funcionário da prefeitura, foi encaminhada uma carta com as questões consideradas prioritárias.

Uma delas é a recuperação de faixas de pedestres nas imediações da Praça Panamericana — algumas estão apagadas em função do desgaste do tempo. A SAAP também pediu que esse mesmo tipo de sinalização horizontal fosse instalado perto do ponto de ônibus localizado no meio da praça, aumentando a segurança dos usuários de transporte público que frequentam o local.

Outra prioridade é a realização de mudanças em vias com registros constantes de acidentes. É o caso da avenida Pedroso de Morais, especialmente no trecho de acesso à avenida dos Semaneiros. O próprio supervisor sugeriu que o retorno para veículos existente no lugar passasse a funcionar na altura da rua Banibas, onde já há um retorno e um semáforo.

Foram detectados ainda problemas em cruzamentos do bairro, como o entre as ruas Alberto Seabra e Dr. Carlos Norberto de Souza Aranha — para este ponto, especificamente, a SAAP pediu a implantação de uma rotatória. Outro exemplo é o cruzamento entre as ruas Banibas, Antônio Gouveia Giudice e a avenida Arquiteto Jaime Fonseca Rodrigues, onde também há grande número de acidentes de trânsito — com o intuito de conhecer melhor a situação, a associação solicitou estudos.

Nesses quatro anos de luta, nem todas as demandas apresentadas foram atendidas. Isso, no entanto, não desencorajou a SAAP de reivindicar mais segurança para quem trafega pelo bairro, seja de carro ou a pé. A visita de 17 de outubro, ocorrida cerca de seis meses após reunião com o representante da CET, indica uma retomada do diálogo, o que é um bom sinal. A associação promete continuar firme e só se dará por satisfeita quando todos os problemas identificados forem solucionados.

Anúncios

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s