Cisterna: uma opção possível durante esta crise histórica

09/10/2014, por Joana Canedo

A previsão é que não vai chover nos próximos 10 dias, pelo menos.
O sistema Cantareira está com o nível mais crítico já registrado pela Sabesp: menos de 6%.
Por enquanto não foram anunciados planos de contingência, nem por parte da Sabesp, nem por parte da prefeitura. Esta última tem apenas um plano de logo prazo de incentivar a água de reuso em prédios. E a Sabesp afirma que não está havendo racionamento.

Mas enquanto ainda assistimos diariamente no bairro a pessoas lavando suas garagens com mangueira (!), outros moradores estão fazendo o que é possível para garantir água para os próximos meses. Economia é o primeiro e mais importante esforço, evidentemente.

Mas também é possível captar, e guardar em cisternas, água que vem de cima e de baixo: da chuva e do lençol freático.

Nesta casa do Alto dos Pinheiros, a moradora está construindo uma cisterna em cima da sua garagem, para finalmente poder regar todas as suas plantas (ela tem um jardim maravilhoso) sem culpa.

A cisterna vai receber água da chuva, quando chover. Mas principalmente vai guardar parte da água do lençol freático que antes era bombeada para a rua. Como o nível da garagem fica abaixo do solo, sempre houve água “brotando” dentro da garagem, que acabava indo para a sarjeta. Agora a água subirá para a cisterna e será muito melhoro usada!

Aliás, isso não seria uma solução para tantas outras casas e mesmo prédios que têm descartado milhares de litros de água, que enchem as garagens e são bombeados para a rua?

cisterna em cima da garagem - pronta

Outra moradora fez uma versão bem mais simples de cisterna, de apenas 200L, mas que quebra um bom galho. Com a água captada da chuva, dá para regar plantas, dar descarga, lavar o chão e até lavar a roupa – basta encher a máquina de lavar com alguns baldes.

Tem diversos manuais para esse tipo de cisterna na internet (se você é adepto ao “faça você mesmo”), mas o do Edson Urbano é um dos mais completos. Esta teve a ajuda de um permacultor para ser construída.

captação de agua da chuva

Além de ações físicas, que no curto prazo são as que mais precisamos, podemos também pressionar os órgãos públicos a adotar medidas de manejo sustentável para a água.

Aqui uma petição pública para isso e aqui uma plataforma colaborativa de propostas sustentáveis.

Economizar, captar e compartilhar a ideia: a água é nosso bem mais precioso!

Anúncios

Um comentário em “Cisterna: uma opção possível durante esta crise histórica

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s