Espécies arbóreas da praça Província de Saitama

A praça Província de Saitama tem mais 140 árvores de 44 espécies, que foram classificadas em quatro categorias:

Relevância Paisagística

Significativas para o Bairro e a Praça

Alimento Vivo

Flores como Destaque

 

Relevância Paisagística

As árvores deste grupo são comuns em projetos de paisagismo no Brasil, no entanto todas elas são de origem estrangeira não pertencendo aos nossos biomas. No caso dos eucaliptos, foram trazidos para a produção de papel e celulose e também para drenagem de terrenos encharcados devido seu alto volume de absorção de água. As figueiras de origem asiática são árvores comumente plantadas pela própria sociedade na intenção de dar espaço mais adequado para desenvolvimento das espécies.
Nome Popular Nome Científico Família
alfeneiro Ligustrum lucidum Oleaceae
areca-bambu Dypsis lutescens Arecaceae
cheflera Schefflera actinophylla Araliaceae
eucalipto-robusta Eucalyptus cf. robusta Myrtaceae
eucalipto-tereticornis Eucalyptus cf. tereticornis Myrtaceae
falsa-seringueira Ficus elastica Moraceae
figueira-benjamin Ficus benjamina Moraceae
palmeira-seafórtia Archontophoenix cunninghamiana Arecaceae
pata-de-vaca Bauhinia variegata Leguminosae – Caesalpinioideae

Significativas para o Bairro e a Praça

A diversidade deste grupo de árvores é o que torna reconhecê-las algo delicioso. Muitas delas só tem uma única representante na Praça como a figueira-guapoí que é nativa das matas brasileira e não tão fácil de encontrar nas cidades. Ou também sua presença é bastante marcante no paisagismo, como os diversos indivíduos de pau-ferro e faveira. A tipuana é uma das árvores mais comuns na arborização da cidade, e o pau-brasil é a árvore que dá nome ao nosso país além de ser ameaçada de extinção.
Nome Popular Nome Científico Família
araucária-da-austrália Araucaria bidwillii Araucariaceae
canafístula Senna multijuga Leguminosae – Caesalpinioideae
faveira Peltophorum dubium Leguminosae – Caesalpinioideae
fedegosa Cassia leptophylla Leguminosae – Caesalpinioideae
figueira-guapoí Ficus guaranitica Moraceae
figueira-lira Ficus lyrata Moraceae
flor-de-santa-bárbara Melia azedarach Meliaceae
fumo-bravo Solanum granulosoleprosum Solanaceae
jacarandá-bico-de-pato Machaerium nyctitans Leguminosae-Papilionoideae
pata-de-elefante Yucca guatemalensis Agavaceae
pau-brasil Caesalpinia echinata Leguminosae – Caesalpinioideae
pau-ferro Libidibia ferrea Leguminosae – Caesalpinioideae
tipuana Tipuana tipu Leguminosae-Papilionoideae

Alimento Vivo

A grande maioria das árvores produzem flores e depois deste estágio reprodutivo geram frutos que podem ser comestíveis para humanos ou não. Neste grupo encontramos as árvores, palmeiras e pinheiros que possuem frutos e sementes comestíveis. Metade destas árvores são nativas brasileiras. O pinheiro-do-paraná é uma bastante diferenciada, pois o pinhão que comemos é na verdade a semente de uma nova árvore e ele não produz flores para se reproduzir. Acompanhar a época de frutificação na Praça Província de Saitama pode garantir bons encontros celebrados com a riqueza destas frutas e até mesmo com um piquenique!
Nome Popular Nome Científico Família
abacateiro Persea americana Lauraceae
amoreira Morus nigra Moraceae
aroeira-vermelha Schinus terebinthifolius Anacardiaceae
goiabeira Psidium guajava Myrtaceae
jaboticabeira Plinia cauliflora Myrtaceae
jaqueira Artocarpus heterophyllus Moraceae
mangueira Mangifera indica Anacardiaceae
palmeira-jerivá Syagrus romanzoffiana Arecaceae
nespereira Eriobotrya japonica Rosaceae
pinheiro-do-paraná Araucaria angustifolia Araucariaceae
pitangueira Eugenia uniflora Myrtaceae
uva-japonesa Hovenia dulcis Rhamnaceae

Flores como Destaque

Estas são árvores que tem a ocasião de sua floração como um estágio de maior exuberância, e normalmente é por ter este destaque que as pessoas percebem a presença delas na cidade em praças, parque se ruas. Neste grupo temos os ipês com sua diversidade de cores que nos presenteiam com lindos buquês arbóreos florescendo de junho até novembro. O flamboyant é um dos mais importantes representantes das árvores africanas. Além dos ipês nativos brasileiros, também encontramos as flores da quaresmeira roxa e rosa como destaque, a paineira com suas grandes flores rosas e brancas e a sibipiruna com inflorescências amarelas que é uma das árvores mais comuns da arborização urbana no estado de São Paulo.
Nome Popular Nome Científico Família
árvore-da-china Koelreuteria bipinnata Sapindaceae
cerejeira Prunus serrulata Rosaceae
flamboyant Delonix regia Leguminosae
ipê Tabebuia sp. Bignoniaceae
ipê-roxo Handroanthus cf. heptaphyllus Bignoniaceae
ipê-amarelo Handroanthus chrysotrichus Bignoniaceae
ipê-rosa Tabebuia rosea Bignoniaceae
paineira Ceiba speciosa Malvaceae
quaresmeira Tibouchina granulosa Melastomataceae
sibipiruna Poincianella pluviosa Leguminosae – Caesalpinioideae
Anúncios

Um comentário em “Espécies arbóreas da praça Província de Saitama

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s