SAAP propõe instalação de câmeras comunitárias em Alto dos Pinheiros

Tornar o Alto dos Pinheiros um lugar cada vez mais seguro e tranquilo para se viver. Esta é uma das metas perseguidas pela SAAP, que iniciou, neste ano, um projeto para conscientizar e informar moradores locais sobre medidas de prevenção à criminalidade. No dia 25 de maio, durante a segunda reunião relacionada ao tema segurança, a associação apresentou uma proposta arrojada: espalhar câmeras de monitoramento pelo bairro, que funcionariam como aliadas no combate à violência na região.

De acordo com o que foi discutido no encontro, a ideia seria instalar 12 câmeras em pontos estratégicos de Alto dos Pinheiros, capazes de ler placas de carros e rostos de pessoas.  Elas serão ligadas ao Detecta, sistema de informações e inteligência da Polícia Militar, permitindo cruzar imagens captadas com dados de veículos roubados e de procurados pelas forças de segurança.

A SAAP se dispôs a arcar com os custos de manutenção dos equipamentos, valor orçado em R$ 82 mensais para cada uma. Já para a aquisição das câmeras, a associação espera contar com a contribuição dos moradores, pois o valor unitário gira em torno de R$ 3.500,00.

Além disso, será preciso também que as pessoas se disponham a doar o acesso a suas conexões de banda larga (utilização de 1MB) e instalações elétricas para o uso das câmeras. A SAAP está disposta a conversar com os interessados para encontrar a melhor solução possível e que atenda às necessidades de segurança de Alto dos Pinheiros.

Grupos e B.O.

Dados sobre a criminalidade na região foram apresentados durante a reunião, que também abriu espaço para outra proposta relevante: o Programa de Vizinhança Solidária. A ideia é que os moradores se organizem em grupos nas suas ruas para trocar informações e pensar em ações relacionadas à segurança. A SAAP e a polícia militar estão disponíveis para orientar as pessoas que quiserem formar grupos.

O programa, por sinal, ressalta a importância fundamental de se manter contato com a polícia, principalmente nos momentos mais críticos. Como foi destacado na reunião, é de extrema importância que se façam boletins de ocorrência (B.O.) quando houver crime. Isso porque a força policial usa os dados deste documento para estruturar suas ações, como o planejamento de rondas.

Os moradores de Alto dos Pinheiros que precisem fazer B.O. de furto ou roubo a residência, podem procurar o 14º Distrito Policial, em Pinheiros, na Rua Deputado Lacerda Franco, 372. Pessoas presentes que procuraram o DP relataram, inclusive, que o atendimento foi muito eficiente.

A SAAP tem tido ótimas informações sobre o atendimento no DP há mais de dois anos, e quem quiser conhecer o delegado Roberto Krasovic basta aparecer nas reuniões mensais do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) de Pinheiros, ou no próprio 14ª Distrito, onde ele recebe com um bom cafezinho.

Anúncios

3 comentários em “SAAP propõe instalação de câmeras comunitárias em Alto dos Pinheiros

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s